HOME | PREVISÃO | ALERTA REDES | FOTOS | VÍDEOS | BOLETINS | CAMS AO VIVO | RESSACÃO | NOTÍCIAS | CONTATO

BRASIL NO JUNIOR PRO DA OZ
Voltar  Home  Imprimir esta página   10/01/2018


O Brasil que sempre foi um acirrado guerreiro neste tipo de evento, onde temos um grande cardápio de vitórias dessa vez deixou passar os títulos masculino e feminino. O hawaiiano Finn McGill venceu na final o japonez, Joh Azuchi e a tahitiana Vahine Fierro, venceu também na final a hawaiiana Summer Macedo, tornando-se ambos campeões do Jeep World Juniors Pro Champioship em Kiama, no sul da Austrália. Bravos para o team japonez que teve muitos atletas se destacando em alguns bons heats. A brasucada também representou com muita garra e surf a bandeira do pais. O carioca João Chianca, meteu o pé na porta e avançou até as semi-finais terminando em terceiro. O paulista Samuel Pupo, chegou em quinto após uma acirrada batalha nas quartas com João. Samuel elevou as performances e no round 4 fêz a maior média da competição, somando 17.33 em suas duas melhores ondas. As ondinhas em Bambo beach nos sets finais melhoraram e chegaram até 4’ pés nas boas. O Brasil apesar de muitas vitórias no masculino em anos passados, seus surfistas ainda competem sem muito apoio, como Chianca que mostrou surf no pé sem patrocínio de bico de prancha. A única atleta no feminino, a catarinense Tainá Hinckel, com 14 anos surpreendeu a todos vencendo baterias memoráveis e mostrando técnica apurada, chegou em terceiro lugar junto com a japa Minori Kawai. McGill dedicou a vitória a Dusty Payne que se acidentou em Pipe e está bem. Vahine ficou amarradona com a vitória e o titulo para o Tahiti e também é a última de sua carreira que agora engata no QS, ela tem dezoito anos. Esse foi o Mundial Junior Pro da Jeep na terra dos cangurus que finalizou nesta quarta dia 10. Texto Castro Pereira Fotos WSL.


  

Voltar       Home        

Copyright by Xandão e Pitol.net
Websul Ondas do Sul